Pe(n)so

Um passo pra cá, um outro pra lá

Bívio caminho, indeciso, oscilante.

Quem encadeia a linha do trem?

Que poeta equilibra a esperança,

balanceada em pequenos bocados?

Que novo carpe diem vence o tempo

e não malgasta, sofrida, a vida?